Copywriting imobiliário: Escreva melhor e venda mais imóveis

Vender simplesmente utilizando frases e slogans de efeito, já não causa o mesmo impacto que causava há alguns anos.

Com o crescente número de acessos à internet, as pessoas têm pesquisado cada vez mais, com cada vez mais opções e referências, principalmente quando se refere a algum produto, ou algum bem, almejado.

Pense em você, por exemplo, quando decide comprar algo, com certeza busca toda informação possível para aumentar seu conhecimento, não é verdade?

Pois então, hoje em dia, o anúncio de um imóvel vai muito além do imóvel em si, as pessoas querem saber mais a respeito, conhecer a fundo, ter referências e analisar dados.

Saber como escrever para potencializar suas conversões na venda de imóveis é fundamental.

Portanto, se quer saber como fazer isso continue lendo este post, pois falaremos sobre o Copywriting imobiliário.

O que é Copywriting?

O Copywriting é uma estratégia com técnicas focadas em produzir conteúdo com caráter persuasivo.

Busca convencer o leitor a realizar uma ação específica.

Quando bem utilizada, causa uma boa impressão e gera autoridade no assunto. Isso contribui para:

  • Gerar leads;
  • Cativar clientes;
  • Gerar Conversões.

São utilizados gatilhos para despertar o interesse do leitor.

Embora não exista uma receita específica para aplicar o copywriting, tampouco uma tradução correspondente para a palavra, existem orientações e artifícios valiosos.

E claro, como toda boa metodologia, o resultado depende de uma série de fatores.

Seu objetivo principal é gerar conversões.

A importância do Copywriting

O Copywriting trabalha com o subjetivo, portanto, se o seu desejo é a conversão, ele não pode ficar de fora das suas estratégias de marketing e vendas.

A boa aplicação do Copywriting contribui na elaboração de textos mais criativos.

Isso facilita uma conexão com o leitor.

Contribui na elaboração de textos que geram empatia e identificação por parte do leitor.

Com uma boa aplicação do Copywrtiting, muito antes de oferecer algo ao seu cliente, você já despertou e prendeu a atenção dele de forma especial.

Ao final, quando seu produto finalmente é ofertado, ele surge quase como uma solução para um problema que deve ser solucionado imediatamente.

Ou seja, conversão.

Dicas para aplicação do Copywriting imobiliário

Aqui vão algumas dicas gerais para uma boa aplicação do Copywriting imobiliário:

  • Primeiramente, tenha clareza do que é esperado com seu texto. Conheça bem suas personas.
  • Outra dica importante é utilizar ganchos para instigar o interesse do leitor. Utilize algum dado relevante, uma curiosidade ou aposte em algum assunto do momento.
  • Além de ganchos, busque compartilhar de “dores comuns” às do seu cliente. As pessoas se sentem conectadas quando identificam problemas semelhantes.
  • Fique atento também na apresentação do produto. Em vez de ir direto ao ponto, tente trabalhar com as utilidades e o propósito dele de forma criativa.
  • Procure sempre destacar os benefícios do seu produto. Dê ênfase aos benefícios que possuem relação com as dores de sua persona.
  • E, por fim, não deixe de aplicar o chamado “call to action”, ou seja, chame seu leitor para agir. Sabemos que nosso objetivo é fazer com que ele pratique uma ação, por isso, você precisa deixar isso claro.

Como aplicar

Já sabemos que não existe uma receita de bolo para a aplicação do Copywriting.

A boa notícia é que temos mais algumas dicas, agora mais específicas, para você construir anúncios e textos mais eficientes e chamativos.

Falaremos a seguir sobre mais algumas técnicas úteis e os chamados gatilhos mentais que podem ser determinantes em uma tomada de decisão.

Então vamos lá, em primeiro lugar capriche no título, este é seu primeiro contato com seu leitor, seja direto sobre o que o leitor deve esperar e cumpra a promessa do título.

Outra técnica é a escaneabilidade. Quando você estrutura seu texto de uma maneira que permite uma leitura dinâmica, o seu público tende a consumi-lo.

Divida o texto com intertítulos e coloque frases e palavras-chave em negrito, por exemplo.

Procure usar exemplos e referência de forma didática, mas sem subestimar, é claro, a inteligência do seu leitor.

Já falamos aqui no blog sobre gatilhos mentais para venda imobiliária. Garantias, escassez, afeição… São apenas alguns deles.

Mas cuidado, não confunda gatilhos mentais com adjetivos aleatórios.

Os gatilhos mentais certos são poderosos. São estímulos que agem no nosso cérebro.

Exemplo básico:

Sem Copy

Com Copy

Em um processo de decisão, eles são responsáveis por provocar as nossas ações.

Temos também o modelo AIDA.

AIDA é um conceito importante que contribui para pensar as etapas pelas quais o seu cliente deve passar para tomar a decisão de conversão, na criação de anúncios e na produção de conteúdos.

O acrônimo vem de Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

Atenção: O principal objetivo da primeira etapa do conceito AIDA é ganhar a atenção do visitante, fazê-lo perceber a oferta.

Interesse: Mais do que atrair a atenção, é preciso despertar o interesse do visitante.

Desejo: Aqui as informações são analisadas em mais detalhes e o visitante observa se a oferta e sua empresa de fato são capazes de atender às necessidades dele, se é uma opção válida e confiável. Forneça indicadores de confiabilidade (depoimentos, lista de clientes, formas de garantia, comentários de clientes, etc.).

Ação: Nesta etapa o papel da sua empresa é não criar obstáculos. Dê instruções claras e mantenha um fluxo coerente, não exigindo informações sensíveis ou formulários longos.

Agindo assim a conversão tende a acontecer.

Também já demos aqui outras dicas para enriquecer a geração de leads.

Por fim, não se esqueça que são muitos os meios de comunicação e interação que você pode usar com o seu público-alvo.

É necessário conhecer os canais que irá utilizar para explorar o potencial máximo de todos os eles.

Os principais canais do marketing digital são: Redes sociais, e-mail marketing, o tráfego orgânico, o tráfego direto, o tráfego de referências, blog e mídia paga.

Defina seus objetivos e analise o seu público-alvo para determinar quais canais servirão melhor às estratégias do seu negócio e mãos à obra!

Escrever pode ser um talento. Mas as técnicas, de certa forma, ajudam a aperfeiçoar a redação.

Agora que você já sabe que o copywriting é uma estratégia poderosa para impulsionar suas vendas, além de conquistar e fidelizar mais clientes, que tal começar a revisar o seus anúncios e se dedicar para criar textos mais criativos?

Com certeza, o primeiro passo já foi dado.

Conhece outras técnicas e/ou gatilhos mentais que podem ser aplicados na venda de imóveis? Compartilhe conosco.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANAPRO 2019 | Todos os direitos reservados